Sete coisas que aprendi com o meu padrasto

pausapracriatividade-35

Meu padrasto foi o cara mais legal que já pude conhecer, pois com ele não tinha tempo ruim. Ele conseguiu em poucos anos me ensinar muitas coisas, na qual, eu levarei para toda a vida. Resolvi compartilhar aqui algumas delas para se caso eu vier a esquecer, eu possa novamente me recordar de cada uma delas.

1. “Quem canta os males espanta.”
Ele sempre gostava de cantarolar suas músicas sertanejas preferidas pela casa, e quando mal percebíamos, estávamos todos cantarolando juntos também. Um puxava da cozinha, o outro do quarto, o outro na sala e pronto.. a música dominava o ambiente. Não tinha tempo ruim pra ele, tudo rendia uma boa música, e no final, as coisas ficavam bem mais leves. Eu aprendi com ele que mesmo sem ter muitos dons musicais, nunca deixe de expressar suas alegrias. A música é uma expressão muito bonita e que precisa ser cultivada diariamente.

2.“Não é a riqueza que faz a alegria, mas a alegria faz o momento ser rico.”
Meu padrasto era professor de matemática(muito bom por sinal) e que sempre soube manter o controle com suas finanças. Nunca esbanjou o que não tinha e também não fazia muita questão disso. Procurava sempre manter o equilíbrio com suas contas, e nos ensinava a cada dia a importância de ser assim. Ele era feliz com o pouco, com o simples e com o que não custava muito caro. Aprendi com ele que a maior riqueza que podemos ter é a alegria verdadeira que carregamos dentro de nós.

3. Esteja disponível para o seu próximo.
Sabe aquela pessoa que sempre tentava ajudar alguém todos os dias? Então, meu padrasto era exatamente assim. Esposa, filhos, irmãos, amigos, vizinhos, colegas, ou algum desconhecido na rua.. não importava qual era a pessoa, ele sempre dava um jeitinho de contribuir para que o dia de alguém pudesse ser melhor. Eu aprendi com ele que quando a gente quer ajudar, a gente vai lá e faz. Podemos até reclamar, mas que nunca deixemos de ajudar quem está ao nosso lado.

4. Tenha sempre uma piada para alegrar o dia de alguém.
Sempre cheio de piadas(engraçadas ou não) ele nunca passava despercebido. Quando o dia estava sem graça, ou as pessoas tensas, ele sempre dava um jeito de soltar uma piada daquelas de tirar nem que fosse um sorriso singelo no canto da boca. Era libertador conviver com alguém assim e eu nunca irei me esquecer daquela frase: “Posso contar a piada da laranja?”

5. Viva no simples, queira o simples e seja simples.
Buscava sempre apreciar os pequenos momentos. Amava cuidar do jardim, varrer a calçada, fazer sua caminhada, dar aula, tomar um café, acordar cedo, deitar no sofá e ver algum filme(ou novela), vestir uma roupa confortável, saborear a comida, ligar para os parentes, ver o jogo do cruzeiro, planejar a vida, viver o presente. Tudo isso para ele era a maior satisfação e foi assim que eu aprendi a ser mais agradecida com o dia de hoje.
Acredito que o segredo da vida é ser feliz com pouco e com o simples. Tenha sempre um coração leve e tenha tempo para viver os pequenos momentos, pois eles te fazem ser uma pessoa melhor.

6. Talvez as pessoas não tenham muito para te oferecer mas mesmo assim ofereça amor para elas.
Minha mãe sempre me dizia que quando ela falava que o amava, ele dizia, que era pra ela deixar que apenas ele a amasse. E isso já bastava.
Ele não era de muitas declarações em voz alta, mas no silêncio e em atitudes, ele demonstrava o seu amor. Me ensinou o real sentido de amar as pessoas e que quando elas não puderem nos retribuir, só o nosso amor será o suficiente.

7. A morte não é o fim, ela é apenas o começo.
Esse último aprendizado ele não me ensinou em vida.. eu que tive que entender isso durante alguns anos depois da sua morte. Meu padrasto hoje vive no céu, e eu acredito que ele esteja muito feliz lá.  Aprendi que a morte não acabou, pelo contrário, ela foi apenas o começo de uma nova vida para ele. Um novo começo!

O amanhã é Deus que sabe

pausapracriatividade-39.jpg

Todos nós carregamos alguns fardos pesados na nossa vida, e na maioria das vezes, não sabemos o que fazer com eles. Por serem tão pesados, pensamos em desistir continuamente em seguir o caminho. Desiludidos e pequenos, não sabemos muito bem aonde todos esses pesos irão nos levar e mal sabemos nós o que nos reserva.

Um dia eu escutei de alguém que é no incerto que Deus se revela, pois, é ali na sua fragilidade que você aceita a ajuda d’Ele. Quando eu escutei isso, fiquei com o coração partido e muito constrangida com o amor que oferecemos a Deus. Parece ser tão pouco, tão simples, tão despercebido. E realmente é!
O fato é que Ele não se preocupa com a intensidade do nosso amor, mas sim com a nossa coragem que temos em amá-lo. Deixar Deus nos ajudar a levar os nossos fardos também é um sinal de amor por ele, por menor que isso seja.

Eu sempre fui uma pessoa cheia de incertezas e nunca soube lidar muito bem com elas por não saber expressar os meus sentimentos. Sempre fui muito controlada (em todos os aspectos da minha vida) e não saber o que o amanhã iria me oferecer me trazia muitas angústias. Até que um dia, eu comecei a “selecionar” minhas dúvidas em graus de intensidade, e isso tem funcionado muito bem pra mim. Observo o que tem mais me tirado o sono e logo dou um jeito de não fazer disso um bicho de sete cabeças.

O fato é que está tudo bem não ter certeza de tudo. Nós somos guiados por uma sociedade que nos cobra respostas rápidas e atitudes perfeitas, mas a verdade é que ninguém tem certeza de nada. A única constância dessa vida é a mudança, e é impossível ter certeza de algo que ainda nem aconteceu. Uma coisa que eu tenho aprendido, é que o amanhã na verdade ainda nem existe, e de que vale sofrer por algo que ainda nem existe?

Viva o hoje na certeza de que o seu amanhã é Deus que cuida. Ele sabe como tudo acontecerá, e pode ter certeza, Ele planejou tudo da melhor maneira que existe. E sobre os fardos que eu falei no início desse texto? Bom, infelizmente eles sempre vão existir, mas o jeito que você lida com eles precisará mudar. Olhe diferente para os problemas que estão ao seu redor e entenda que é através deles que você amadurece e se torna uma pessoa diferente.

“Voe para onde o vento do Senhor te levar…”.

Com amor,
Lu! 

Todo mundo possui incertezas

pausapracriatividade-97

Formei o ensino médio em 2015 e desde então minha vida começou a ser um rio de incertezas. Não consegui entrar na faculdade que eu queria, não tinha ideia do que fazer aos dezoito anos de vida, tinha medo de ficar pra trás e nunca me contentava com a minha rotina. Resumindo: vivi crises intensas de ansiedade.
Não foi um processo fácil, pois eu sofria por querer saber em como seria o meu futuro, não conseguia entregar para Deus aquelas preocupações, e a cada novo dia, eu me esquecia de que Ele queria me ajudar.
Fiquei sozinha, perdida e minha saúde ficou muito debilitada. Até que um dia, conversando com a minha mãe ela me disse: “Começa de novo. Estude novamente para passar no vestibular e eu estarei aqui!”. Naquele momento minha mãe foi instrumento de Deus para confortar o meu coração e eu decidi seguir em frente.

O que eu quero dizer com esse texto é apenas que é normal não ter o controle de tudo. E que não é porque você ainda não conquistou o seu sonhos que você é a pior pessoa do mundo. As coisas são diferentes para cada tipo de pessoa e elas não acontecem de maneira igual para todos. Cada um tem o seu tempo!
Por muito tempo eu me senti inútil por ainda estar lutando por uma vaga na universidade(eu ainda luto por isso). Mas, hoje eu compreendi que sofrer por antecedência não é a melhor solução. O ontem nós não temos mais, o amanhã ainda nem chegou e o que temos em nossas mãos é o HOJE. Viva o hoje!

Depois de muitos questionamentos eu comecei a olhar para o “hoje” de uma forma diferente e através disso conseguir evitar algumas crises de ansiedade. E eu gostaria de compartilhar algumas atitudes simples com vocês:

Olhe para o céu: Eu sempre gostei de olhar para o céu e procurar nuvens engraçadas, mas com o tempo isso foi se perdendo. Quando estou na correria do dia a dia e começando a ter algum sentimento ruim, eu paro o que estou fazendo e começo a contemplar o céu. Acredito que o tom do azul acalma a nossa vida e nos ajuda a dar aquele suspiro de alívio e a seguir em frente.

Faça um planejamento: Eu amo fazer listas e criar metas para o meu dia. Boa parte da minha ansiedade surge quando eu não sei o que preciso fazer primeiro. Então, no dia anterior, eu sempre planejo o meu dia contando cada detalhe do que eu pretendo fazer. Assim, aos poucos quando eu me sentir perdida eu me localizo nas minhas agendas.

Saia de casa: Eu sou uma pessoa muito caseira e ainda estudo para o vestibular em casa. Boa parte da minha semana, é sentada no meu cantinho de estudos estudando, e com isso eu acabo ficando em casa de qualquer jeito e não vendo muito a luz do dia. Quando eu começo a me sentir mal, angustiada ou incapaz de algo, eu procuro tomar um banho, dar um ajeitada e sair de casa para andar pelo bairro. Não importa o lugar que você vá(as vezes eu vou somente na mercearia), mas o importante é que você conseguiu ver que existe um mundo lindo te esperando lá fora, e que não podemos nos aprisionar só no nosso canto.

Converse com crianças: Eu não tenho o convívio com muitas crianças pois a minhas priminhas menores moram em outra cidade, mas isso não é empecilho para eu não conversar com elas. Quando eu me sinto sem graça, eu dou logo um jeito de pegar meu celular e usar o whatsapp ao meu favor. Amo ouvir as histórias simples que elas contam, e principalmente, as palavras erradas que elas falam rsrs.  É tão gostoso ouvir aquela voz pura e despreocupada, não é? Então, se você tem a oportunidade de conviver com uma criança, valorize esse pequeno ‘serumaninho’ que tem tanta coisa para nos ensinar e nos ajudar. Em especial, obrigado Bibi e Amandinha.

Tente fazer uma receita: Eu nunca fui muito fã de cozinha até conhecer o meu namorado. Ele ama pesquisar novos pratos para cozinhar para a gente. Com isso, eu comecei a entrar nesse mundo e sempre que eu posso eu dou um jeito de fazer alguma coisa para me agradar e agradar quem esta perto de mim. Não importa se você irá fazer uma parmegiana ou um simples café. O importante é você se dedicar para aquilo e saber que no final o mérito foi seu. E é muito bom ver as pessoas da nossa casa felizes com essas comidinhas. Eu mesmo adoro fazer uma panqueca doce e um cafézinho rsrs.

Escreva sobre seus sentimentos: Um dos motivos que me levaram a criar esse blog foi a oportunidade que eu tenho de escrever e colocar para fora as coisas boas e ruins que me acontecem. Mas, antes mesmo de me aventurar pelo mundo da internet, eu amava pegar uma folha de papel e escrever sobre o que me afligia. Eu colocava tudo e no final eu ia numerando os que não eram tão importantes assim e que estavam lá não sei o por quê. Isso me faz muito bem e me deixa aliviada e ciente no que realmente eu preciso dar importância. Faça você também, é libertador!

Reze: Por muito tempo eu achava que só poderia falar com Jesus no fim do dia, bobagem a minha. Jesus está conosco a todo instante e Ele sabe quando o seu coração está apertado e angustiado. Depois que eu mudei o meu relacionamento com Jesus, eu conto com ele em todas as horas. Tento não passar um minuto se quer sem conversar com Ele. Sim, eu ainda falho muito e muitas vezes acho que dou conta e quero resolver as coisas sozinha. Então, não espere a noite chegar para contar para Jesus como foi o seu dia. Peça a Ele a paciência necessária para aquele situação difícil, peça a Ele um colo quando o mundo não te entender, peça a Ele a graça de poder viver bem aquela situação. Enfim, não deixe essa companhia de lado. Conte com Ele em todas as horas do seu dia.

Espero que tenha se aconchegado ♥
Paz e Bem!

Onde me encontrar?  Instagram

O começo de uma certeza

7d230f0af93a42504d11257c2546c6a8

Sempre quis criar um blog mas nunca tive coragem o suficiente, pois sempre fui muito tímida e tudo isso me impedia de crescer e ir além. Hoje, porém, decidi começar algo que há muito tempo eu queria: um canto para chamar de meu.

Criei o blog em uma aula despretensiosa de informática, que enquanto o professor nos ensinava a usar, eu sentia o meu coração arder com um sentimento de: “É agora”! Acredito que Deus fala conosco de muitas maneiras e dessa vez eu entendi e pretendo colocar aqui tudo o que eu gosto, coisas que me inspiram e os presentes que Deus sempre me proporciona, seja eles bons ou ruins.

Viver uma vida guiada por Deus sempre será uma grande aventura da qual não sabemos o destino. Acreditar no incerto não é algo fácil e precisa de muita coragem. Santa Teresa D’Ávila disse que: “ter coragem diante qualquer coisa na vida, essa é a base de tudo”. O evangelho arde o meu coração e espero que aqui eu possa compartilhar as situações em que ele exigiu mais de mim.

Deixei o meu medo de lado e comecei a confiar na certeza que Deus me deu: de que tudo coopera para o  nosso bem.
Espero que esse cantinho possa ser um aconchego, não só para mim, mas para quem passar por aqui também.

Com carinho, com afeto

Luciana ♥ ♥

Onde me encontrar? Instagram